terça-feira, 30 de setembro de 2008

Dublê de Corpo




Título Original: Body Double
Ano: 1984
Direção: Brian De Palma
Gênero: Suspense














Elenco:

Craig Wasson,
Melanie Griffith,
Gregg Henry



sinopse:


Brian de Palma convida a testemunhar uma sedução... um mistério... um assassinato. Assim é Dublê de Corpo: uma visão aguda e alucinante sobre o voyerismo e a sexualidade, pelo mestre do suspense moderno. Jake Scully (Craig Wasson), um ator desempregado, é convidado a tomar conta de um apartamento super-luxuoso. Como bônus, Jake pode ter uma privilegiada visão de telescópio do quarto de Gloria Revelle (Deborah Shelton), que raliza excitantes stripteases. Quando Jake descobre outro homem também observando Gloria, ele inicia uma obsessiva vigilância da garota. Logo um terrível crime o leva ao mundo dos filmes pornôs, onde conhece a sexy Holly Body (Melanie Griffith), que é a chave para o crime. De Palma criou um brilhante suspense adulto, recheado de erotismo e terror!



Comentário:


Ou tro filme também inspirado na mesma proposta de "Janela Indiscreta", que deu inspiração para "Paranóia" e tantos outros filmnes,é Um filme extremamente fixante,ou como dizer, você não desgruda da história em nenhum momento.É um suspense muito bom, e com aquela pitada especial que só um diretor inspirado no grande mestre do suspense poderia fazer.Um quê de Hitchcock é visivel na história, seja pela vigilância na janela, ou pela cena de um crime vista pelos olhos de um desconhecido,você verá que é uma história que rende muitas surpresas e desafios.
É um filme surpreendente e indicado para dultos, com cenas eróticas e bem produzidas.
Então, bom filme e aproveitem para fechar as cortinas!



Nota pessoal: 9,5




sábado, 20 de setembro de 2008

TRANSFORMERS










Título Original: Transformers
País de Origem: EUA
Gênero: Ação
Classificação etária: 10 anos
Tempo de Duração: 143 minutos
Ano de Lançamento: 2007
Estúdio/Distrib.: Paramount Pictures
Direção: Michael Bay






Elenco:
Shia LaBeouf ... Sam Witwicky
Megan Fox ... Mikaela Banes
Josh Duhamel ... Sergeant Lennox
Tyrese Gibson ... USAF Tech Sergeant Epps
Rachael Taylor ... Maggie Madsen
Anthony Anderson ... Glen Whitmann
Jon Voight ... Defense Secretary
John KellerJohn Turturro ... Agent Simmons
Michael O'Neill ... Tom Banachek
Kevin Dunn ... Ron Witwicky
Peter Cullen ... Optimus Prime (voz)
Julie White ... Judy Witwicky
Bryan Cox ... (voz)
Amaury Nolasco ... ACWO Jorge "Fig" Figueroa
Mark Ryan ... Bumblebee (voz)

Sinopse:
Em 2003, o robô Beagle Mars Rover foi lançado. Falaram que ele quebrou. Sua
transmissão final foi classificada como supersecreta. Foi o único aviso que
receberíamos. Agora as raças alienígenas combatentes Autobots e Decepticons
trouxeram sua batalha para a Terra e o futuro da humanidade está em jogo. A guerra
é deles, mas o mundo é nosso!

Comentário:
É um grande filme de ação, muita aventura é garantida nessa película.Cheio de efeitos, é um filme muito bem produzido, pra quem curte filmes americanos de ação, é um prato cheio.
Uma história já bem conhecida, outros povos querendo dominar o mundo e os americanos com a função de defender o mundo dos povos alienigenas.O enredo já é bem manjado pelo público, mas o filme vale pelas cenas de ação com bastante movimento e um certo toque de humor entre uma cena e outra.
Boa pedida pra uma tarde descontraída.


Nota Pessoal: 8,5







Agora uma palinha com o trailer do filme e a excelente trilha sonora!
Curtam algumas cenas de Transformers!!!!!


video

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Rear Window - 1954 -


Título Original: Rear Window

Gênero: Suspense

Tempo de Duração: 107 minutos

Ano de Lançamento (EUA): 1954

Estúdio: Paramount Pictures

Distribuição: Paramount Pictures / Universal Pictures

Direção: Alfred Hitchcock

Roteiro: John Michael Hayes, baseado em estória de Cornell WoorichProdução: Alfred Hitchock

Música: Franz Waxman

Direção de Fotografia: Robert Burks

Direção de Arte: J. McMillan Johnson e Hal Pereira

Figurino: Edith Head

Edição: George Tomasini


Elenco:

James Stewart (L.B. "Jeff" Jefferis)

Grace Kelly (Lisa Carol Fremont)

Wendell Corey (Tenente Thomas J. Doyle)

Thelma Ritter (Stella)

Raymond Burr (Lars Thorwald)

Judith Evelyn (Srta. Lonelyheart)

Ross Bagdasarian (Compositor)

Georgine Darcy (Srta. Torso)

Irene Winston (Anna Thorwald)

Alfred Hitchcock



Sinopse:

Em Greenwich Village, Nova York, L.B. Jeffries (James Stewart), um fotógrafo profissional, está confinado em seu apartamento por ter quebrado a perna enquanto trabalhava. Como não tem muitas opções de lazer, vasculha a vida dos seus vizinhos com um binóculo, quando vê alguns acontecimentos que o fazem suspeitar que um assassinato foi cometido.


Curiosidades:

Em suas clássicas aparições em seus filmes, Alfred Hitchcock surge aos 26 minutos, ajustando o relógio do compositor, que mora no prédio em frente ao apartamento de Jeffries.


Comentário:

Como havia sitado antes o filme do Mestre do Suspense Alfred Hitchock, não podería deixar de colocar aqui o filme que inspirou muitos outros que estão por aí com a mesma proposta.

É um filme excelente, bem humorado, e para os padrões da época em que foi feito, é muito bem conduzido, não é atoa que Hitchock é considerado até hoje como um Mestre dos filmes de suspense.

Uma ótima dica é ver este filme e cuidar, O Mestre aparece nele, poucos minutos, mas é uma marca pessoal, ele sempre aparece nos seus filmes, acho que foi uma maneira de deixar sua imagem também gravada para o futuro, grande idéia!!!!

Bem, desejo um bom filme e vejam uma palinha que coloquei especialmente pra vocês!

video

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Paranóia










Gênero: Suspense
Tempo: 105 min.
Lançamento: 31 de Ago, 2007
Dirigido por: D.J. Caruso
Produzido por: Jackie Marcus, Joe Medjuck, Tom Pollock




Sinopse:

Atormentado pela morte de seu pai, Kale (Shia LaBeouf) é condenado a passar 90 dias em prisão domiciliar, após um surto de fúria na escola. Em sua rotina ociosa, o adolescente gasta o tempo observando a movimentação da vizinhança pela janela com seus amigos Ashley (Sarah Roemer) e Ronnie (Aaron Yoo). Nos encontros voyeurs, os garotos começam a desconfiar que um dos vizinhos é assassino em série e iniciam sombria investigação sobre a vida do suspeito.



Elenco:

Shia LaBeouf,
David Morse,
Carrie-Anne Moss,
Jose Pablo Cantillo,
Matt Craven,
Cathy Immordino,
Sarah Roemer,
Amanda Walsh,
Kurt David Anderson,
Aaron Yoo,
Elyse Mirto,
Dominic Daniel,
Charles Carroll.



Comentário:


Dentro da nova proposta de suspense americano, é um filme que lembra a obra do grande mestre do suspense Alfred Hitchcock, onde por uma janela se vê o que se passa nas casas da vizinhança.
Um crime é supostamente cometido e a investigação feita por um vizinho aprisionado em sua casa, é feita baseada em conjecturas e desconfianças.
Uma ótima pedida pra uma tarde de pipocas, tente desvendar se o crime é uma Paranóia ou aconteceu de verdade!



Nota:9,5















segunda-feira, 1 de setembro de 2008

A Letra Escarlate



Título Original: The Scarlet Letter


Gênero: Drama
Tempo de Duração: 136 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 1995
Direção: Roland Joffé
Baseado em livro de Nathaniel Hawthorne
Produção: Roland Joffé e Andrew G. Vajna
Música: John Barry
Direção de Fotografia: Alex Thomson
Direção de Arte: Tony Woollard
Figurino: Gabriella Pescucci
Edição: Thom Noble



Elenco:
Demi Moore (Hester Prynne)
Gary Oldman (Reverendo Arthur Dimmesdale)
Robert Duvall (Dr. Roger Prynne)
Lisa Jolliff-andoh (Mituba)
Edward Hardwicke (Governador John Bellingham)
Robert Prosky (Horace Stonehall)
Roy Dotrice (Reverendo Thomas Cheever)
Joan Plowright (Harriet Hibbons)
Malcolm Storry (Dunsmuir)

Sinopse:
Em 1666 em Massachussetts, Bay Colony, uma bela mulher (Demi Moore) casada com um médico (Robert Duvall) chega na localidade na frente do marido, com a incumbência de providenciar um lar para o casal. Mas ela fica apaixonada por um reverendo (Gary Oldman), que tem por ela os mesmos sentimentos. No entanto, eles reprimem tais emoções pelo fato dela ser casada, mas quando ela supõe que seu marido foi morto pelos índios ela se sente livre e acaba ficando grávida do reverendo. Mas, como apesar de ficar presa e socialmente marginalizada ela se recusa a dizer o nome do pai da criança, passa então a portar um "A" de adúltera bordado em cores vermelhas em suas roupas, como símbolo de sua vergonha perante a sociedade local.

Comentário:
É interessante ver como que certos preconceitos contra a mulher perduram ainda mesmo que disfarçadamente nos dias de hoje, vendo este filme temos uma visão clara da luta de uma mulher por seus direitos, pelo direito de levar a sua vida da maneira que escolheu.
É polêmico também o fato de misturar Religião e dogmas de uma sociedade extremamente machista da época.
Filme indicado para adultos, uma ótima pedida para a reflexão sobre o assunto.

Nota pessoal: 10


video