quarta-feira, 25 de julho de 2012

ARTISTAS/MÚSICOS/FILMES DE RUA/NA RUA




Nos grandes centros urbanos Americanos ou na Europa, é comum você sair na rua e ver artistas mostrando diferentes aptidões, as pessoas passam e admiram, compram CDs e novas oportunidades surgem.



Um filme que eu amo muito e quem me segue já sabe bem, pois eu já falei nele umas 4X por ai, é ONCE que fala justamente disto, um artista de rua de Dublin/Irlanda, que quer ver sua obra reconhecida e faz de tudo para gravar seu primeiro CD com a ajuda dos amigos.




Vou postar de novo o Trailer dele porque vale a pena mesmo curtir este filme.
Curte ai:



video

Grandes talentos estão nas ruas e vale a pena dar uma boa olhada, escutada e passar adiante o talento desta gente.
Alguns exemplos abaixo para curtir:


video
video feito pela minha filha em Londres

video
cantor de ópera em Londres

video
dançando na rua em Londres




Mas para a minha surpresa aqui na minha cidade esta prática está cada vez mais em alta, e temos que agradecer a estes artistas maravilhosos, pois sair na rua e ouvir música boa tocada por pessoas com talento inigualável, é raro por terras brasileiras.
Aqui posto dois videos destes estudantes do curso de música da UFSM( Santa Maria/RS)
Mateus Lameira (facebook) e Murilo Andreolla (facebook) que como a gente vê fora do Brasil, fazem bonito nas ruas e abrem caminho para uma brilhante carreira.
BOA SORTE AOS ARTISTAS DE RUA!!!


video
video feito em Santa Maria/RS



video
boa música em Santa Maria/RS









Um comentário:

Anônimo disse...

É realmente muito interessante a tua postagem. Os brasileiros tem a péssima mania de comparar a cultura, ou hábitos daqui,com a cultura européia. Em outros países,onde destaca-se Londres, os artistas, ditos "de rua", apresentam trabalhos de qualidade (em sua maioria) pois a cultura musical vem desde cedo, em casa e nas escolas. Já aqui a situação é bem diferente, a cultura musical é ridícula e degrada a profissão "músico". Aqui, as pessoas tem a visão de que músico não tem o menor futuro econômico e de que é um desocupado (exceto os pseudo-músicos da massa que ganham muito dinheiro às custas da ignorância alheia). Onde quero chegar com tudo isso é que manifestações "culturais" como essas ajudam a confirmar essa imagem ao invés aproximarem as pessoas da música (inclusive a erudita) e de instrumentos que não são do alcance da maioria. Música de qualidade está longe de ser isso, muito me admira que estudantes de um curso de música não consigam tocar no mínimo com uma afinação razoável. Quanto à carreira deles, ninguém precisa ser graduado em música para tocar na rua. Se a intenção é aproximar as pessoas de um universo musical diferente, parabéns! Mas que seja feito com qualidade, não se aproveitando do "não conhecimento musical" dos transeuntes que acham tudo lindo e de extremo talento.